Postado em 06 de Abril de 2020 às 09h39

CASAN renova convênio para proteção da Mata Ciliar com o Consórcio Iberê

Notícias (55)
Consórcio Iberê A CASAN renovou em Chapecó no dia 21 de fevereiro, convênio com o Consórcio Iberê para continuidade de ações de recuperação e conservação de matas ciliares na...

A CASAN renovou em Chapecó no dia 21 de fevereiro, convênio com o Consórcio Iberê para continuidade de ações de recuperação e conservação de matas ciliares na Região Oeste. O ato que será realizado às 11h, no Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo de Nês.

A renovação permitirá o repasse de R$ 431.650,00 ao Consórcio Iberê para continuidade do trabalho que teve início em 2006 para recuperação de áreas de proteção ambiental ao longo de cursos d´água nos municípios de Águas de Chapecó, Caxambu do Sul, Chapecó, Cordilheira Alta, Guatambu, Planalto Alegre e São Carlos.

Com o novo repasse, chega a R$ 1.631.650,00 o montante destinado à conservação de matas ciliares na Região Oeste. “É um projeto de grande importância, pois nos ajuda na conservação dos mananciais e mostra aos produtores rurais formas de proteger e valorizar os cursos d´água que cortam suas terras”, destaca a presidente da CASAN, engenheira sanitarista e ambiental Roberta Maas dos Anjos.

O trabalho desenvolvido na Região Oeste já beneficiou 423 famílias, com cercamento e recuperação de quase 3 milhões de metros quadrados de áreas de preservação permanente – o equivalente a quase 380 campos de futebol. Os resultados incluem melhorias na qualidade das nascentes e dos cursos de água, proteção do solo e retorno da fauna e flora, que ocorre naturalmente com a recuperação da vegetação.

Por sua relevância, o projeto vem sendo reconhecido ao longo dos anos com um conjunto de premiações, eles elas o Prêmio Expressão de Ecologia, Modalidade Recuperação de Áreas Degradadas, e o Prêmio Fritz Müller, concedido pela Fatma (atual Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina). Em 2012 foi reconhecido pelo Ministério do Meio Ambiente como um dos principais projetos ambientais do país.

Saiba Mais:

Reconhecimentos:

2019: Prêmio Expressão de Ecologia
Modalidade Recuperação de Áreas Degradadas

2017: Prêmio Fritz Müller

2016: Selo Verde e o Prêmio Socioambiental Chico Mendes (INPRA)

2012: Prêmio ANA, com publicação do trabalho no livro “Boas Práticas em Educação Ambiental na Agricultura Familiar

Municípios integrantes do Consórcio Iberê:
Águas de Chapecó
Caxambu do Sul
Chapecó
Cordilheira Alta
Guatambu
Planalto Alegre
São Carlos

Parceiros do Consórcio Iberê:
- Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (CASAN)
- Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina
- Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina
-2º Batalhão de Polícia Militar Ambiental
- Comitê de Gerenciamento das Bacias Hidrográficas dos Rios Chapecó, Irani e Bacias Contíguas
- Floresta Nacional de Chapecó
- Instituto Federal de Santa Catarina
- Universidade Federal da Fronteira Sul
- Universidade Comunitária da Região do Oeste
- Fórum de Resíduos Sólidos de Chapecó

 

Fonte: https://www.casan.com.br/noticia/index/url/casan-renova-convenio-para-protecao-da-mata-ciliar#0

Fotos: Tarla Leziane Wolski / cervo CASAN

  • Consórcio Iberê -
  • Consórcio Iberê -

Veja também

PREFEITO DE SÃO CARLOS RECEBE REPRESENTANTES DO CONSORCIO IBERÊ20/02/19 O Prefeito de São Carlos Rudi Miguel Sander juntamente com o Secretário de Agricultura e Meio Ambiente José Cléo Kunst recebeu na última sexta-feira (15) representantes do Consórcio Iberê dos municípios de São Carlos e Águas de Chapecó. Estiveram presentes o vice-prefeito de Águas de Chapecó Valmor Follmann (Côgo), equipe......
Natureza: Parques e Reservas Naturais29/05/18 Compartilhamos com vocês esse vídeo, pois ele fala um pouco sobre questões políticas, de governo, responsabilidades associadas a sustentabilidade, qualidade de vida e benefícios sociais ao manter ambientes preservados.......
INFORMATIVO PROJETO MATA CILIAR – CASAN 201819/12/18 No oeste de Santa Catarina é histórico o problema da ocupação das áreas de preservação permanente de forma irregular, principalmente por atividades como agricultura e pecuária, neste caso o acesso de......

Voltar para Notícias